O que é NOC, principais benefícios e como implementar em sua empresa?

Imagem que representa uma central NOC. Funcionários sentados em frente ao computador enquanto monitoram os eventos de TI.

Já pensou em ter um monitoramento constante dos eventos de TI? Isso é possível com o NOC (Network Operations Center).

Quando pensamos no dia a dia de uma empresa, é fundamental fazer um controle de rede com uma equipe especializada e preparada para lidar com qualquer instabilidade. Mas além dos desafios na hora de formar um time técnico, o investimento é alto. 

Acreditando que o custo será menor se investirem somente em ações de correção, muitas organizações tendem a deixar a prevenção de lado. Aí aparece o erro, pois problemas técnicos e instabilidades podem prejudicar o negócio de forma irreversível. 

E como encontrar o equilíbrio nessa balança entre a necessidade e a possibilidade? A solução para manter a rede monitorada, com baixo custo e amparo técnico pode ser encontrada por meio deste gerenciamento. 

Neste artigo, explicamos o que é esse recurso e como pode ajudar a sua empresa. Confira!

Conheça as soluções para empresas da Algar Telecom!

Leia também:

O que é o NOC?

Network Operations Center (NOC) ou Centro de Operações de Rede é uma estrutura formada por um time de profissionais especializados que monitoram e fazem a gestão dos eventos de TI, garantindo a operação estável do ambiente. 

Para isso, contam com softwares específicos que centralizam o monitoramento e o controle de diversas redes, e todo o ambiente de TI (computadores, servidores, gateways ou outros dispositivos conectados à rede).

E a atuação dos profissionais que realizam este gerenciamento? Quais são as principais atividades que eles realizam?

Quais são as principais atividades do NOC?

O time responsável pelo Network Operations Center atua de forma preventiva e proativa, mantendo o funcionamento da rede e organizando as demandas por prioridade. 

Contratados sob demanda, esses profissionais atuam de acordo com a necessidade do contratante, configurando a infraestrutura tecnológica para gerar relatórios detalhados.

Neste contexto, conseguem prever falhas de sistema, identificar a necessidade de atualizações, gerenciar a segurança da rede contra ciberataques, além de efetuar outras ações.

E os softwares específicos utilizados nessas atividades? Eles executam scripts para estabilizar os incidentes imediatamente, gerando informações para as equipes de suporte de infraestrutura, criando relatórios de capacidade e verificando a disponibilidade dos ativos de TI.

Não à toa, é uma ferramenta bastante utilizada em grandes corporações que tem se popularizado nos últimos anos, atendendo pequenas e médias empresas. 

Confira a seguir um resumo das atribuições deste gerenciamento:

  • Gerenciar patches;
  • Analisar ameaças externas;
  • Instalar e atualizar softwares;
  • Fazer backup e armazenamento;
  • Controlar IPs e gerenciar firewalls;
  • Monitorar redes e sistemas da empresa;
  • Coordenar as políticas de uso dos ativos de TI da organização;
  • Reagir de forma ágil diante de qualquer incidente (que pode envolver ameaças cibernéticas, indisponibilidade etc.);
  • Gerar relatórios periódicos e analisar informações para  identificar a escassez de recursos da infraestrutura de TI ou prever necessidades de investimento.

Entendeu o que significa NOC em TI? As atribuições da equipe que realiza esse monitoramento são de fundamental importância para qualquer empresa. Por isso, é preciso investir em bons profissionais para realizá-lo, certo?

Diante disso, uma pergunta muito comum é se vale a pena ter um Network Operations Center interno ou terceirizado.

É melhor terceirizar ou ter um NOC interno?

Imagem representando uma central de monitoramento NOC.

A terceirização do Centro de Operações de Rede pode ser uma saída para empresas que possuem recursos limitados para realizar o monitoramento e a gestão de todo o ambiente de TI.

Neste caso, é preciso realizar algum investimento nessa estrutura, mas experimenta-se uma redução de custos com equipe interna. Na prática, sua área de TI poderá focar os esforços nas atividades essenciais da empresa (core business).

Por outro lado, se você já possui profissionais com experiência em monitoramento de redes e infraestrutura de TI, basta dedicá-lo para o trabalho junto com uma equipe interna. Sabemos, porém, que essa é uma situação menos comum.

Por isso, entende-se que a terceirização, mesmo em empresas com mais recursos para investimentos, apresenta melhor custo-benefício.

E qual a importância do NOC? Ele traz muitas vantagens para uma organização, veja a seguir.

Quais os benefícios de ter um monitoramento NOC?

Você já enfrentou problemas com a disponibilidade e o desempenho dos acessos? Já lidou com o downtime (interrupção temporária do serviço) por um problema no sistema, na rede ou no software?

O gerenciamento NOC é uma forma de resolver esses problemas. Confira os benefícios que esse monitoramento traz para seu departamento de TI e para toda a organização!

Segurança

As políticas de segurança estabelecidas pela TI são mais facilmente implementadas a partir deste monitoramento. O Network Operations Center faz com que a segurança dos dispositivos, como servidores, roteadores, switches e firewalls, se mantenha consistente com tais políticas existentes. 

Além disso, favorece a detecção de problemas e fáceis com mais rapidez, o que permite uma atuação ágil da equipe. Dentre outros benefícios, essas reações rápidas podem impedir ciberataques.

Você já ouviu falar em mercado endereçável total (TAM)? Ele designa a soma das receitas apenas de empresas que estão no mesmo setor.. 

De acordo com a Statista, em 2021, o TAM para softwares de infraestrutura corporativa contendo segurança de rede, segurança na nuvem e operações de segurança deve chegar a mais de 70 bilhões de dólares. 

Só a fatia de segurança da rede é 35,5 bilhões de dólares, o maior segmento do mercado.

Acompanhamento constante

A grande importância do Network Operations Center em uma empresa é monitorar constantemente o ambiente de TI. 

Na prática, significa que toda a sua estrutura está sendo observada e gerenciada 24 horas por dia, 7 dias por semana, 365 dias do ano. 

Esse acompanhamento constante permite que qualquer irregularidade gere um alerta imediato. 

Ou seja, a equipe atua para corrigir o erro ou neutralizar a ameaça de maneira rápida, evitando comprometimento de produtividade ou indisponibilidade.

Agilidade

Redes monitoradas apresenta uma resposta 69% mais rápida, além de um tempo de reparo 32% menor, se comparadas às redes não monitoradas. Esses dados do Network Barometer Report 2016 indicam o grande benefício que esse gerenciamento traz para os negócios.

Essa economia de tempo e a agilidade na resposta contribuem para a diminuição de custos do empreendimento, pois o aumento da eficiência é natural. Com mais recursos para investir, a empresa ganha competitividade. 

E quando ocorre a terceirização do Network Operations Center, a agilidade da sua equipe interna de TI diante de outros problemas também será maior. 

Transparência

Pessoas trabalhando em um ambiente de gerenciamento NOC. Estão concentrados monitorando os eventos de TI.

Uma das preocupações do gestor de TI quando pensa em contratar uma equipe externa para gerenciar seu ambiente é a transparência. Felizmente, esse é outro benefício de se contar com o Centro de Operações de Rede.

Os dados coletados podem ser exibidos em relatórios, que funcionam como um grande diferencial na hora de apresentar as necessidades da TI para a direção empresarial. 

Esses documentos embasam o planejamento estratégico da área e demonstrarão o melhor local para investir. Afinal, você conseguirá identificar os pontos que apresentam o maior risco para a empresa, os gargalos na infraestrutura e muito mais.

Balanceamento dos links

O balanceamento de links é uma das práticas possibilitadas por este monitoramento. Se você precisa viabilizar a conexão de 2 ou mais links de internet, garantindo um melhor gerenciamento do tráfego, essa é uma saída. 

Esse gerenciamento garante a alta disponibilidade e desempenho dos acessos, além de minimizar interrupções por quedas no link. Isso se conecta diretamente a outro benefício, a redução de downtime. 

Redução de downtime

Nós mencionamos que manter um Centro de Operações de Rede interfere positivamente na segurança do seu ambiente de TI. Na verdade, boa parte dos benefícios decorrentes dele vêm do acompanhamento constante da estrutura.

E se existe um monitoramento 24 horas, que possibilita à equipe encontrar rapidamente os problemas, há um esforço contínuo para manter os sistemas sempre em funcionamento. 

Na prática, há uma redução de downtime significativa, o que resulta em menos perdas financeiras decorrentes da indisponibilidade do ambiente.

Por isso, é possível apontar este monitoramento como a solução mais indicada para manter a disponibilidade dos ambientes de tecnologia.

Ficou interessado em implementar um Centro de Operações de Rede em sua empresa? 

Como funciona a implementação do NOC?

Para implementar o Network Operations Center em sua empresa, você deve ter em mente três aspectos: pessoas, ferramentas e processos.

O primeiro passo é montar ou buscar uma equipe qualificada para fazer o monitoramento constante do ambiente de TI. Se não houver orçamento para buscar profissionais especializados, considere a terceirização, ok?

Na sequência, você precisará das ferramentas certas. Um software com capacidade para coleta e monitoramento de dados é imprescindível. 

Vale pontuar que é interessante que a ferramenta possua funcionalidades avançadas de hierarquização de serviços (catálogo de serviços), alarmes e automatização de relatórios robustos que identifiquem problemas e visualizem tendências.

A coleta deve ser realizada em estações de trabalho, servidores, rede e em toda a infraestrutura. São esses dados que se transformam em informações valiosas por meio dos relatórios. 

Por fim, o gestor de TI deverá criar processos para auxiliar na prevenção e na detecção rápida de problemas. Caso eles ocorram, os profissionais já saberão exatamente como atuar, pois têm rotinas de administração do ambiente. 

Mas nem sempre é simples implementar esse Centro de Operações, especialmente se sua ideia for internalizar o monitoramento.

Desafios enfrentados ao internalizar

Ambiente NOC de uma empresa. Ao fundo, um funcionário está monitorando telas do computador. 

A complexidade dos serviços e das redes de TI é crescente. A transformação digital trouxe inúmeras possibilidades para o setor, que passou a adotar em larga escala os aplicativos SaaS e a infraestrutura em nuvem. 

Isso significa que a equipe dedicada ao gerenciamento e monitoramento de rede deve possuir um amplo conhecimento das novas tecnologias e das tendências.

Neste contexto, é preciso ter muita coesão no trabalho das equipes para que a infraestrutura esteja sempre segura e disponível. 

Nem sempre é o que ocorre, porque há muitos desafios em manter um Centro de Operações de Rede. 

Veja alguns:

  • Falta de coordenação e colaboração entre os times da empresa;
  • É frequente se ver o escalonamento para uma equipe mais experiente para avaliar as causas raízes;
  • Mudanças constantes na nuvem e recursos dinâmicos não são acompanhadas por atualizações que solucionam problemas;
  • Ferramentas de diferentes fornecedores exigem o trabalho com diferentes tecnologias e interfaces de linha de comando (CLI);
  • A resolução de problemas não é ágil, pois envolve em muitos casos, a correlação de dados em vários conjuntos de ferramentas e dispositivos, além de requerer processos manuais para conseguir diagnósticos sólidos.

Com tantos desafios e custos, vemos muitos gestores de TI negligenciando a implementação do Network Operations Center. E será que sua empresa realmente precisa?

Como saber se a empresa precisa de um NOC?

A resposta é simples: se sua empresa preza pela segurança da informação, rápida resposta a incidentes e indisponibilidade, e prevenção de ameaças, ela precisa de um Network Operations Center.

Mais uma vez, uma solução de monitoramento constante do ambiente de TI é a melhor forma de mitigar os riscos e manter a disponibilidade dos negócios.

Melhores práticas de NOC

A solução é um serviço de TI estratégico de alto valor agregado. O gerenciamento NOC consegue manter a atividade da operação, de forma segura e constante, tanto em multinacionais, quanto em pequenas empresas. 

Por outro lado, para alcançar o sucesso é necessário utilizar 5 boas práticas. Veja quais são:

1. Invista em treinamento e conscientização

Em geral, as empresas contam com equipes terceirizadas para conduzir o Network Operations Center, mas há casos em que a equipe é formada internamente.

Isso exige o investimento e a promoção de treinamentos, para ter profissionais sempre capacitados e conscientes das necessidades e riscos enfrentados pelo negócio.

2. Facilite a comunicação e a integração

Recursos para facilitar a comunicação da equipe do monitoramento é fundamental para a manutenção e o acompanhamento das atividades. 

Entre as soluções mais utilizadas estão a intranet, dispositivos de mensagens instantâneas, gerenciadores de tarefas, etc.

Além disso, as reuniões de planejamento, integração e colaboração devem ser frequentes para manter a equipe bem alinhada.

3. Utilize sistemas de alerta de ocorrências

O ideal é que a equipe de gerenciamento e monitoramento funcione de forma ininterrupta, mas isso acaba gerando alto custo para as empresas. 

A alternativa, nesses casos, é contar com recursos de alerta. Essas ferramentas notificam os técnicos sempre que uma ocorrência é identificada.

4. Tenha um plano de gestão de riscos

Centro de monitoramento de um network operations center. Ao fundo, os fucionários estão monitorando eventos de TI em monitores de computador. 

O Centro de Operações de Rede é utilizado, principalmente, para reconhecer situações que podem se tornar problemas no futuro, desenvolver soluções rápidas para erros simples e instruir sobre como agir em casos mais complexos.

Um plano de gestão de riscos vai ajudar a equipe a pensar em soluções para impedir ou minimizar os impactos das ocorrências. Além disso, proporciona oportunidades para que melhorias técnicas sejam realizadas.

5. Terceirize o NOC

A criação de uma equipe de Network Operations Center interna gera custos para a empresa, pois os profissionais devem estar em constante desenvolvimento e ter conhecimentos técnicos. Além disso, a formação dessa equipe pode impactar outras atividades da empresa. 

Visto que, geralmente, as companhias contam com uma única equipe de TI para lidar com todas as demandas técnicas, a terceirização aparece como uma excelente opção.

NOC X SOC: qual a diferença?

Você já aprendeu o que é Network Operations Center e qual a sua importância. E o que é SOC

SOC ou Security Operations Centre é uma abordagem focada em segurança da informação que trata incidentes que afetam os ativos de segurança da organização. 

Já o time de gerenciamento trata os incidentes que afetem a disponibilidade ou a performance dos sistemas da empresa.

Muitos incidentes que dizem respeito à segurança da informação, porém, afetam de algum modo a disponibilidade dos ativos de TI. Por isso, são serviços que caminham juntos, ainda que com equipes diferentes.

Como funciona o monitoramento NOC da Algar Telecom?

O Centro de Operações de Rede da Algar se baseia em quatro elementos fundamentais:

  • Disponibilidade: garantia dos níveis de disponibilidade exigidos pelo negócio;
  • Continuidade: manutenção das operações críticas de negócio de forma ininterrupta.
  • Escalabilidade: suporte ao crescimento exponencial do negócio de forma resiliente e segura;
  • Assertividade: precisão de investimentos de tecnologia a partir de uma gestão efetiva da capacidade atual e futura do ambiente de TI e Telecom da empresa;

Com base nisso, a Algar desenvolveu seu Network Operations Center dentro desse novo contexto trazido pela transformação digital, de forma a atender até mesmo ambientes complexos.

Na prática, a Algar traz segurança, visibilidade e suporte para seu negócio.

Segurança

O monitoramento da Algar Telecom é uma central de gerenciamento formada por uma equipe de especialistas e ferramentas de alta tecnologia cujo objetivo é manter sua rede segura e estável 24 horas por dia, 7 dias por semana e 365 dias por ano.

Isso significa que você não precisa se preocupar com imprevistos ou incidentes de segurança, pois nossa equipe já está de olho em todos os eventuais problemas.

Visibilidade

Para que nossos clientes tenham visibilidade sobre sua estrutura de TI, nós produzimos reports periódicos sobre a performance do ambiente.

Além disso, fazemos análise de tendências, perfis de tráfego e prevenção de problemas, tudo para você saiba exatamente o que está acontecendo em sua empresa.

Suporte

Se você busca um serviço de prevenção e resolução rápida de problemas, com atendimento próximo e suporte ao negócio a todo o momento, a Algar é uma boa solução.

Um dos pilares da empresa é exatamente a facilidade de comunicação devido a um relacionamento próximo com os clientes.

Você pode acionar nossos especialistas por telefone ou pelo portal exclusivo, tendo um canal de comunicação direto 24×7.

Perguntas Frequentes

Mulher representando uma gerente de TI de uma empresa em um ambiente de network operations center.

Qual a importância do NOC? O que é NOC e SOC? O que faz o analista de Network Operations Center?

Essas são algumas perguntas frequentes sobre o assunto que respondemos a seguir:

O que faz o analista de NOC?

O analista NOC é responsável pelo desempenho geral e pela manutenção dos recursos que compõem toda a sua TI.

 Ele monitora e opera redes de computadores, fornecendo suporte na solução de problemas relacionados à infraestrutura da empresa.

Dentre suas tarefas diárias, estão:

  • Documentação de alterações;
  • Preparo de manuais técnicos;
  • Atualização e manutenção de firmware;
  • Monitoramento das condições do sistema;
  • Análise de incidentes e desenvolvimento de soluções;
  • Reconhecimento de falhas na configuração atual das redes;
  • Gerenciamento de operações de TI e equipamentos de rede;
  • Gerenciamento, conclusão, verificação e restauração de backups;
  • Configuração, implementação e suporte aos componentes da rede, dentre outras atividades.

Qual a importância do NOC?

O Centro de Operações de Rede traz inúmeros benefícios para uma empresa, pois permite antecipar falhas, mitigar riscos, agir rapidamente em caso de incidentes e direcionar melhor os investimentos na infraestrutura de TI.

O que é NOC e SOC?

O Network Operations Center diz respeito aos incidentes que afetem a performance ou a disponibilidade da infraestrutura de TI da empresa. 

O Security Operations Centre é uma abordagem focada em segurança da informação, no tratamento de dados referentes à proteção da organização.

As duas estratégias podem ser combinadas para ter uma performance aprimorada da rede.

Conclusão

O NOC tem como objetivo monitorar e gerenciar os eventos de TI para garantir uma operação estável do ambiente da empresa. 

Ao implementá-lo corretamente, o gestor terá mais transparência, agilidade e segurança, além de reduzir o downtime.

Para tanto, além de profissionais qualificados e rotinas bem definidas, deverá utilizar boas ferramentas que auxiliam e sustentam esse monitoramento.

Está em busca de uma solução de infraestrutura estável, mensurável, dinâmica e de alto desempenho?

Conheça o Cloud Plus da Algar Telecom!

Avalie este post