Diferença entre nuvem pública, nuvem privada e nuvem híbrida

Saber a diferença entre nuvem pública e nuvem privada é fundamental para qualquer empresa. Enquanto a primeira oferece um sistema aberto com milhares de outros clientes, o segundo conta com ambiente privativo para apenas um local.

Ainda existe a opção híbrida, sendo o equilíbrio das duas anteriores e uma opção para companhias que precisam de um serviço mais abrangente. É necessário avaliar quais delas atendem exatamente o que a empresa necessita para o dia a dia. Compreenda mais a seguir.

Nuvem privada, pública e híbrida: como cada uma funciona?

O sistema em nuvem tem se popularizado cada vez mais entre as empresas que querem ter agilidade e segurança para analisar dados, gerenciá-los e os repassar se for necessário. Assim, é prevenido que terceiros acessem as informações e as usem de forma maliciosa.

Nuvem pública

Uma nuvem pública conta com multi-empresas, em que se pode encontrar vários clientes na mesma nuvem. Geralmente, esse é um serviço controlado por operadores para garantir que as informações permaneçam protegidas e que hackers não tenham acesso aos dados salvos.

Nuvem privada

A nuvem privada é dedicada exclusivamente a apenas uma companhia e é hospedada diretamente no data center da empresa. O funcionamento ocorre através do isolamento da infraestrutura do restante da rede para, assim, manter os dados privados e inacessíveis.

Nuvem híbrida

A nuvem híbrida tem a função de unir os modelos público e privado para desenvolver um sistema de computação particular. Com isso, é possível escolher entre os principais ambientes para trabalhar, armazenar as informações com segurança e acessá-las de maneira prática e eficiente.

Quais as principais diferenças entre nuvem pública, privada e híbrida?

As nuvens pública, privada e híbrida oferecem recursos exclusivos para as empresas gerenciarem informações, terem controle de dados dos clientes e garantirem que esses conteúdos permaneçam protegidos. Porém, nem todos oferecerão as mesmas funcionalidades e o recomendado é verificar o que a sua empresa demanda para uma escolha assertiva.

Custo

Os custos relacionados às nuvens costumam apresentar variações, inclusive de funcionalidades incluídas no serviço. O ideal é fazer comparativos e verificar quais recursos são oferecidos para realizar uma escolha assertiva e que proporcione uma excelente utilização na empresa por sua parte e também dos colaboradores.

Acesso por terceiros

Se a intenção é manter os dados da companhia seguros, recomenda-se optar por uma opção diferente e que impeça a entrada na nuvem por outros clientes. Como sabemos, a nuvem pública permite o acesso de diversos profissionais sempre que necessário, podendo colocar em risco as informações de clientes — exceto se as soluções da Algar Telecom forem aplicadas.

Essa é uma das diferenças mais notórias entre nuvem pública e nuvem privada, por isso, é necessário avaliar se a opção combina com a empresa para ter segurança no momento de fazer a contratação e ter uma boa experiência durante a utilização.

Equipe de gerenciamento

Exemplos de nuvem pública, privada e híbrida que as diferenciem: os modelos híbrido e o público podem conter gerenciamento, mas é com o público que se pode possuir isolamento de recursos virtuais, roteamento de redes privadas e distribuição do tráfego web. O sistema deve ser funcional e entregar tudo o que a empresa precisa para realizar um trabalho completo e assertivo, proporcionado pela solução TI da Algar Telecom.

Finalidade

As nuvens pública e privada têm finalidades específicas, em que a primeira possui eficiência em custos e conta com escalabilidade, painel e também registro de eventos. Enquanto isso, a segunda oferece uma plataforma completa de gerenciamento para auxiliar os profissionais analisarem os dados rapidamente e ter uma tomada de decisões assertiva. 

Quando cada uma dessas nuvens são indicadas?

No caso da nuvem pública, ela é recomendada como uma alternativa ao TI tradicional e demais tipos de nuvens. Essa é uma opção ideal para se obter escalabilidade, concluir as demandas do trabalho e analisar informações fundamentais a respeito de clientes. Além disso, pode conter dados restritivos que ficam protegidos através do sistema eficiente da Algar Telecom.

Já a nuvem híbrida é indicada para realizar o trabalho em diferentes locais sem deixar a segurança de lado. É ideal também para fazer a conexão de diferentes computadores em uma mesma rede, gerenciar informações em diferentes canais e fazer a migração de trabalho a um novo ambiente.

Pode ser indicada a opção privativa para garantir que informações continuem sendo acessadas apenas por profissionais habilitados, e que precisam realizar gerenciamentos de maneira intuitiva e automatizada. No entanto, é necessário analisar entre os tipos de nuvem pública e privada para escolher a que proporciona os resultados desejados durante a utilização.

Como a Algar pode te ajudar a ter armazenamento e segurança na nuvem pública?

Com a Algar Telecom, você tem segurança com o Cloud Plus, que protege o sistema em nuvem privada pública e híbrida, mantém o sistema funcional e apresenta alto desempenho. Você conta com um painel completo que auxilia no trabalho e permite que a visualização de informações aconteça de forma eficiente e prática.

Através do Cloud Backup é disponibilizado um painel simples com atendimento, é prático de escalonar e proporciona uma rotina das cópias de segurança em um processo mais eficiente. Com a nuvem pública e nuvem privada, a empresa pode atuar com um sistema inteligente que garante a proteção das informações contra quaisquer tipos de imprevistos que possam acontecer — como problemas técnicos e falhas em servidores.

Com a Algar Telecom, você encontra os serviços ideais para trabalhar em nuvem pública e nuvem privada, e ter acesso às informações em poucos cliques. O sistema oferecido é totalmente protegido e conta com suporte técnico para auxiliar o seu negócio em tudo o que for preciso e em tempo hábil!

Avalie este post