Como simplificar o gerenciamento de TI da minha empresa?

Vivemos em um momento em que a quantidade e a complexidade dos dados está cada vez maior, principalmente para empresas que precisam lidar com um alto volume de informações. Dessa forma, tornou-se crucial eliminar duplicações e adotar sistemas que possibilitem a visualização, controle e manipulação eficaz dessas informações para manter uma organização eficiente.

Nesse contexto, a governança e gestão de dados se tornaram um foco vital na área de Tecnologia da Informação. Felizmente, já existem diversas ferramentas e metodologias para abordar essa questão.

Se esse cenário condiz com a sua realidade, continue a leitura deste conteúdo e saiba mais sobre como simplificar o gerenciamento de TI dentro da sua organização. Confira! 

A importância de simplificar o gerenciamento de processos de TI

A complexidade em TI leva a lucros menores, bem como prejudica a capacidade de crescimento e inovação de uma organização. Dessa forma, dentre os benefícios em simplificar o gerenciamento de processos de TI, quatro deles merecem destaque, que são:

  • Eficiência operacional: processos simplificados significam menos complexidade e menor probabilidade de erros. Isso leva a uma operação mais suave e eficiente, economizando tempo e recursos.
  • Agilidade: a simplicidade permite uma resposta mais rápida a mudanças e demandas do mercado. Adaptações e atualizações podem ser implementadas com mais agilidade, mantendo a competitividade.
  • Redução de custos: a complexidade muitas vezes está associada a custos mais altos, seja em termos de tempo, treinamento, manutenção ou falhas. Simplificar processos pode levar a economias significativas.
  • Facilidade de gerenciamento: com menos complexidade, também é mais fácil supervisionar e gerenciar os processos. Isso resulta em uma equipe de TI mais produtiva, focada em melhorias e inovações em vez de correções constantes.

5 dicas para implementar uma gestão de TI simplificada

A seguir, elencamos 5 dicas para te ajudar na simplificação do gerenciamento de TI da sua empresa:

1. Automatizar processos, gerir prioridades e simplificar dados e aplicações

A competitividade de longo prazo depende da automação dos processos, especialmente na gestão de TI, para garantir alta disponibilidade e eficiência. A criação de alertas automáticos sobre a indisponibilidade de sistemas pode agilizar a resolução de problemas e reduzir custos na identificação das causas.

Dessa forma, para manter a estabilidade do ambiente de produção, a equipe de TI deve priorizar a alocação de recursos e preparar-se para novos projetos. Além disso, a consolidação e otimização de aplicações também são essenciais, simplificando a visão dos dados.

2. Governança efetiva

Outro ponto importante para simplificar a gestão de TI é avaliar a estrutura física e recursos da organização ligados ao desempenho dos negócios. Isso porque frequentemente, os setores, incluindo a TI, crescem demais, muitas vezes desalinhados com os objetivos estratégicos.

Dessa forma, é aconselhável buscar recursos externos e internos conforme a demanda, adotando um modelo adequado de terceirização alinhado à estratégia e necessidades da empresa. O outsourcing de parte dos processos pode permitir que a TI se concentre nas entregas essenciais, garantindo a máxima eficiência da organização.

3. O Custo Total de Propriedade (TCO)

O Custo Total de Propriedade (TCO) é uma avaliação para entender os custos e benefícios na gestão de TI, abrangendo planejamento, compra, operação, manutenção e descarte. Comparar o TCO com o Benefício Total de Propriedade (TBO) é essencial para avaliar o investimento.

Além disso, o cálculo de TCO para software livre pode modificar a perspectiva de investimento, já que, apesar da ausência de custos de licença, outras despesas podem aumentar o custo total.

Dessa forma, a adoção de software livre, embora benéfica, muitas vezes não considera custos de treinamento, curva de aprendizado e a possibilidade de o projeto ser abandonado pelos criadores, o que pode impactar o investimento. Assim, os custos de personalização, treinamento e compartilhamento de conhecimento devem ser ponderados para evitar dependência de poucos especialistas. 

4. Dados em nuvem

É fundamental para as empresas optarem por uma plataforma de armazenamento na nuvem para gerenciar seus arquivos digitais. Além de proporcionar maior segurança em comparação com o armazenamento físico, essa solução possibilita a recuperação fácil de informações e o controle de acessos por parte dos administradores, oferecendo diversos outros benefícios.

5. Programa de Integridade

A implementação do Programa de Integridade, conhecido também como Compliance, é uma excelente maneira de garantir a segurança dos dados e simplificar a gestão de arquivos. Esse programa visa promover uma cultura corporativa fundamentada em princípios éticos e morais, com normas e políticas aplicáveis ao contexto do negócio.

Ao adotar o Programa de Integridade, as organizações conseguem manter a conformidade com exigências e normas, sejam elas legais ou internas.

Como uma solução de NOC pode te ajudar

Optar por uma solução NOC pode ser uma forma proativa e também preventiva de simplificar o gerenciamento dos ambientes de tecnologia da sua empresa. 

A Algar Telecom, uma empresa brasileira de telecomunicações, possui um Centro de Operações de Rede (NOC – Network Operations Center) dedicado ao gerenciamento e monitoramento de sua infraestrutura de rede. O NOC desempenha um papel fundamental na garantia da operação eficiente e contínua dos serviços de telecomunicações oferecidos pela Algar Telecom.

Principais aspectos do Gerenciamento NOC da Algar Telecom:

  • Monitoramento 24/7: o NOC da Algar Telecom opera 24 horas por dia, 7 dias por semana, monitorando ativamente a rede e os serviços em tempo real para identificar quaisquer problemas de desempenho, falhas ou interrupções.
  • Alertas e respostas rápidas: o NOC recebe alertas automáticos sobre incidentes de rede ou de serviço. Equipes especializadas estão prontas para responder rapidamente, isolar e resolver problemas, minimizando o impacto nos serviços e na experiência do cliente.
  • Monitoramento multifacetado: o NOC monitora diversos elementos da rede, incluindo switches, roteadores, servidores, links de comunicação, serviços de voz e dados, entre outros. Isso ajuda a garantir que todos os componentes estejam funcionando de acordo com os padrões estabelecidos.
  • Ferramentas avançadas: a Algar Telecom utiliza ferramentas avançadas de monitoramento e gestão de redes para garantir visibilidade completa da saúde da rede. Isso inclui análise de tráfego em tempo real, diagnóstico de problemas e otimização de desempenho.
  • Gestão de Incidentes e SLAs: o NOC é responsável por gerenciar incidentes de acordo com os Acordos de Nível de Serviço (SLAs) estabelecidos. Isso inclui a comunicação eficaz com os clientes sobre o status de resolução dos incidentes.

Quer saber mais sobre como o NOC pode simplificar o gerenciamento de TI da sua empresa? Saiba mais sobre o Gerenciamento de Rede.

 

Avalie este post